Madeira Tropical

A madeira de florestas domésticas é um recurso natural e renovável e portanto moderna e compatível com o ambiente. Mas é a mesma coisa com a madeira tropical?

A madeira tropical é uma matéria-prima popular que continua a ser oferecida em grande escala nas lojas de bricolagem. Contudo, levanta vários problemas e desvantagens. Numerosos estudos mostraram que uma grande parte das madeiras – consoante o país de origem até 90 por cento – foi abatida ilegalmente e os ecossistemas foram destruídos irremediavelmente. Além disso, o negócio com madeiras ilegais ainda está permitido pela União Européia.

Cada ano 13 milhões de hectares de floresta tropical desaparecem mundialmente. Estas cifras demostram que a renúncia de madeira tropical continua a ser a melhor escolha para opor-se ao negócio com madeira ilegalmente abatida. Em vez de utilizar madeira tropical, as pessoas deveriam então comprar madeiras alternativas que crescem no local.

Relativamente à dimensão da expolação de madeira e do comércio com tais madeiras recomendamo-lhes o estudo mais recente de Interpol e da ONU. O estudo contém muitas fotos impressionantes, mapas e casos exemplares. Aqui você pode encontrar a ligação ao estudo disponível em diferentes línguas.

Saiba mais sobre o tema através de nossas perguntas e respostas.

 

Glossar

FSC: Certificado do Forest Stewardship Council que deve certificar silvicultura sustentável. Porém, no passado o FSC tem certificado frequentemente projetos duvidosos ou madeiras que são comprovadamente oriundas de sobre-exploração. Por isso, recomendamos ao consumidor que não compre nenhuma madeira tropical.

Ações recentes ao assunto

A sua assinatura pode ajudar a proteger as florestas tropicais! As nossas petições on-line viram-se contra projetos desastrosos e chamam os responsáveis pelos nomes. Juntos somos mais fortes!

Uma árvore gigante é transportada na floresta tropical A moratória - por enquanto - ainda está protegendo as florestas do Congo. (© Global Witness)

111.167 participantes

Derrubada das florestas do Congo, apesar do financiamento internacional? Ajude-nos a evitar isto!

O Governo do Congo (RDC) pretende revogar a moratória que vinha evitando novas atividades da indústria madeireira em suas matas tropicais. Dezenas de milhares de hectares de mata primária poderão ser liberados para derrubadas, destruindo o ecossistema e as condições de vida da população, e ao mesmo tempo, agravando a crise climática.

Mais informações

Para: Comissão Europeia e Ministros do Desenvolvimento, Meio-Ambiente e Relações Exteriores dos Governos da França, Alemanha, Países Baixos, Noruega, Coréia do Sul e Reino Unido

“Parem de ameaçar as florestas da Bacia do Congo”

Abrir a petição