No mínimo mil pangolins africanos matados

Um pangolim que exibe a sua língua Os pangolins são os mamíferos mais traficados no mundo (© iStock / DarrenBradleyPhotography)

5 de jul de 2016

Descoberta horrível na China: funcionários aduaneiros encontraram quatro toneladas de escamas de pangolins num navio de cargo. As escamas dos animais ameaçados de extinção são muito procuradas no país asiático por causa das suas alegadas propriedades curativas. Numa petição nós exigimos do governo chinês que proteja os pangolins.

As escamas dos pangolins que foram encontradas em 23 de Abril de 2016 no navio de cargo dos Camarões valem 1,25 milhões de dólares americanos. Para o produto de contrabando declarado como “discos de plástico” no mínimo mil pangolins africanos tiveram que morrer. “O caso atual mostra que é preciso implantar medidas de proteção mais rígidas”, comenta o Fundo Internacional para o Bem-Estar Animal.

O pangolim obteve fama como o mamífero mais traficado do mundo. Na China e no Vietnã as escamas de queratina estão conhecidas por alegadamente terem propriedades curativas. A carne dos animais é considerada uma iguaria luxuosa. Para responder à demanda enorme dos mercados asiáticos cada vez mais espécies de pangolins são caçadas.

Ainda existe esperança para os pangolins no contexto da Conferência das Partes do Acordo CITES(Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadasde Extinção) a partir de Setembro de 2016 na África do Sul: vários países apresentaram pedidos para uma maior proteção de todas as oito espécies de pangolins. A posição do governo chinês será crucial para a decisão. Por isso, é preciso manter a pressão: por favor assinem a nossa petição.