2 de set de 2009

Parem a expansão das plantações de monoculturas de árvores!

No próximo 21 de setembro, Dia Internacional Contra os Monocultivos de Árvores, organizações do mundo inteiro desenvolvem atividades em oposição à expansão de tais plantações. Para apoiar esta atividade, um grupo de pessoas produziu uma declaração pedindo a suspensão da expansão dos monocultivos de árvores, a qual será amplamente difundida neste dia aos órgãos nacionais e internacionais. Gostaríamos que a declaração tivesse o apoio da maior quantidade de pessoas possíveis, por isso convidamos- lhes a assiná-la. Se desejam apoiar a declaração, por favor escrevam para este endereço: 21sept@wrm.org.uy , incluindo seu nome, organização e país.

21 de ago de 2009

Sucesso da campanha Tremembé. O primeiro passo.

Alguns meses atrás a ONG Retten den Reggewald promoveu uma Campanha (veiculada pelo Ecodebate) pela Demarcação da Terra Indígena Tremembé de São José e Buriti, no Ceará. A campanha foi um sucesso, com cerca de 10 mil e-mails enviados à FUNAI (órgão federal responsável pela demarcação das Terras Indígenas). Como resultado concreto desta ação, a Coordenadora de Assuntos Fundiários da FUNAI se reuniu com os Tremembé, na sede da FUNAI do Ceará, em Fortaleza, e prometeu iniciar a demarcação da terra neste mês de julho. O processo de demarcação exige várias etapas e, na maioria das vezes, vários anos até a sua conclusão final. A primeira ação é a formação de um Grupo de Trabalho para medir a extensão da terra a ser demarcada. A liderança Adriana Carneiro de Castro informou que o GT chegará em São José e Buriti no mês de julho. Será importante acompanhar este trabalho, porque os Tremembé continuam sofrendo ameaças do Projeto Nova Atlantida. No momento, a construção da escola na comunidade Tremembé foi embargada pela Nova Atlantida. Conforme denúncia da liderança Adriana à FUNAI- CE e ao Ministério Público, a escola já estava com a sua construção iniciada, mas agora a própria empresa contrata pelo Governo do Ceará para executar a obra está desmontando a escola e retirando todo o material. A Nova Atlantida alega que é a dona da terra e argumenta que a terra ainda não foi reconhecida como indígena. A presença efetiva do GT na área Tremembé será o primeiro passo para que a Nova Atlantida respeite os direitos dos verdadeiros donos da terra. A ONG alemã vai continuar acompanhando a luta dos Tremembé.

9 de jun de 2009

Oficializada a grilagem da Amazônia

9 de jun de 2009

Massacre na Amazônia peruana é rechaçado por entidades e organizações de diferentes países

5 de mai de 2009

Nota de apoio e solidariedade aos movimentos sociais de Tucuruí-PA

30 de abr de 2009

Primeiro de Maio: Direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, e não das empresas!

21 de abr de 2009

Reforma Agrária, por um Brasil Livre de Latifundios

Movimiento dos Trabalhadores rurais Sem Terra MST Regional Extremo Sul da Bahia 8-4-2009 1.500 famílias de Trabalhadores e Trabalhadoras Sem Terra - MST, ocuparam, nesta madrugada, uma área devoluta, de 4.700 hectares, no município de Eunápolis, Estado da Bahia. A área possui plantio de eucalipto da empresa Veracel Celulose. Esta empresa possui mais de 20 mil hectares de eucalipto plantados em terras devolutas, neste município.

15 de abr de 2009

Carta em oposição à “Mesa Redonda de Soja Responsável” (Roundtable on Responsable Soy)

3 de abr de 2009

Tremembé pedem demarcação. Entrevista com a liderança Tremembé Adriana Carneiro de Castro

16 de fev de 2009

Carvão mascarado como “biochar”: outra lucrativa solução tecnológica

De acordo com um crescente, vocal e muito bem-aparentado grupo de cientistas, empresários e lobbistas, a melhor- se não a única- forma da humanidade sobreviver à mudança climática e resolver as crises energética e alimentar é lavrar o solo com bilhões de toneladas de carvão a cada ano. O grupo o chama “biochar” como se fosse uma nova técnica aperfeiçoada e afirma que irá armazenar carbono a sete chaves durante milhares de anos, providenciar energia através dos mesmos processos que o carvão, incrementar em grande medida os rendimentos de plantação e deter o desmatamento (causado, conforme muitos deles, principalmente por pequenos agricultores que praticam a roça e queima nas florestas porque não podem manter a fertilidade de seus solos). Mesmo que essas afirmações possam ser bizarras e infundadas, estão sendo levados a sério nos círculos políticos de alto nível.

13 de fev de 2009

Conflito no Sertão da Bahia Solidariedade com as comunidades de Areia Grande

2 de jan de 2009

Agrocombustibles y derecho a la alimentación en América Latina

Una proporción cada vez más importante de la llamada bioenergía se produce en la actualidad a partir de cultivos agrícolas tradicionalmente utilizados como alimentos y piensos. Esto crea una competencia directa por los recursos necesarios para alimentar a la población mundial. [http://www.fian.org/recursos/publicaciones/documentos/agrocombustibles-y-derecho-a-la-alimentacion-en-america-latina]