Voltar ao sumário

Compra de floresta no Peru

Na floresta tropical do Peru vê-se um acampamento de várias casas Em sintonia com a floresta tropical: os habitantes querem proteger a terra deles (© Rettet den Regenwald) Um grupo de peruanos na floresta tropical está se regozijando O primeiro terreno foi comprado, logo isto será uma área protegida! (© Francisco Guerra Tanata) Fotografia aérea do desmatamento na floresta amazônica Os terrenos de floresta tropical ficam entre a aldeia Tamshiyacu (à esquerda) e as áreas desmatadas (flecha à direita) (© NASA) Pequenos produtores agrícolas discutam, sentados, sobre medidas de proteção da floresta Pequenos produtores agrícolas da região discutam sobre como a compra dos terrenos será organizada (© Angelika Kotzur) Ativistas do Frente Patriótico na floresta do Peru Defensores do meio ambiente do Frente Patriótico lutam pela floresta

Na floresta amazônica do Peru a população quer proteger a natureza de forma constante. Com a compra de terrenos de floresta tropical quer impedir que uma empresa de cacau desmate cada vez mais floresta para plantações. Para atingir isto, pedimos a sua doação

Isolado do resto do mundo, a aldeia Tamshiyacu fica nas margens do rio Amazonas e é somente acessível pelo rio. Desde há muitas gerações os habitantes vivem da e com a floresta sem destrui-la. Nas margens dela eles cultivam frutas e legumes em pequenas parcelas, suficiente para uma vida simples.

Mas desde Maio de 2013 a floresta está ameaçada: empresas de plantações têm desmatado vastas áreas para cultivar cacau. Para proteger a floresta de mais devastação, os habitantes de Tamshiyacu querem comprar terrenos de floresta. As áreas devem ser transformadas em zonas protegidas privadas e legalmente reconhecidas como tais.

Com uma doação de dez euros, as pessoas no local podem comprar e proteger até 200 metros quadrados da floresta amazônica. Este valor também inclui os custos para a medição, despesas de notário, formalidades e custos administrativos assim como a manutenção e o monitoramento por guardas-florestais.

Para esta tarefa os habitantes uniram-se com ambientalistas e a representação dos agricultores “Frente Patriótico”. Os nossos parceiros da associação alemã-peruana “El Puente” encarregam-se da gestão do projeto. Além disso, em casos de emergência, a Selva a Selva também apoia a resistência de outros grupos contra o desmatamento na região.

Fatos sobre a sua doação

Utilidade pública A Salve a Selva é oficialmente reconhecida como de utilidade pública
Eintrag beim DZI

Dados seguros O processo de doação protege os seus dados do acesso por terceiros através da criptografia de 256 bits.

A sua doação para a floresta tropical

€ ,00
Atividades recentes