Voltar ao sumário

Congo: Protetores dos gorilas na miséria

Guarda-florestal de Virunga com bebê gorila nos braços Guarda-florestal de Virunga com bebê gorila

A floresta tropical do Parque Nacional Virunga é o hábitat de muitas espécies raras. 380 dos gorilas-das-montanhas ameaçados de extinção também vivem no parque. Por causa da situação política na República Democrática do Congo não há dinheiro para financiar o parque. Por favor, apóiem o Virunga e seus gorilas com uma doação

A selva densa do Parque Nacional Virunga é o hábitat de muitas espécies raras. A reserva ecológica mais antiga da África é mais conhecida pelos 200 gorilas-das-montanhas ameaçados de extinção que vivem na floresta nublada das montanhas. Apesar da complicada situação política na República Democrática do Congo, das ameaças por caçadores furtivos e do desmatamento ilegal, os guardas-florestais conseguem, com risco da própria vida, assegurar a sobrevivência dos gorilas.

Ephrem Balole faz parte do equipe administrativo do Parque Nacional Virunga. Em uma entrevista com Salve a Selva ele reporta sobre as condições perigosas sob as quais os guardas-florestais e a gestão do parque têm que trabalhar. Em Abril os combates entre os rebeldes e o exército nacional recomeçaram e a linha da frente encontra-se diretamente no Parque Nacional Virunga. Com risco da própria vida os guardas-florestais em Virunga tentam proteger os gorilas das operações militares. Em Junho um colega de Ephrem morreu na luta pelos antropóides quando se encontrou entre os dois grupos opostos. Desde 1996 ao todo 150 guardas foram assassinados no parque de Virunga.

Como se a situação ainda não fosse suficientemente dramática, os guardas-florestais também carecem de recursos financeiros para seu trabalho perigoso. Por causa dos conflitos militares o ecoturismo teve que ser suspendido e as instituições estatais e internacionais são burocráticas demais para prestar ajuda rápida.

“Nos tempos da guerra civil a vigilância do parque é especialmente arriscada. Felizmente encontramos até agora cinco famílias de gorilas que saíram ilesas. Até tiveram cinco bebês. Ainda estamos à procura de uma sexta grande família e precisamos de ajuda urgentemente“, diz Ephrem Balole durante a entrevista. “Cada doação ajuda a manter a gestão do parque e a proteger os gorilas!“

Por favor, apóiem os guardas-florestais e os gorilas do Parque Nacional Virunga com uma doação.

Fatos sobre a sua doação

Utilidade pública A Salve a Selva é oficialmente reconhecida como de utilidade pública

Dados seguros Os seus dados são transmitidos de forma codificada.

A sua doação para a floresta tropical

€ ,00

Você também pode digitar quanto deseja doar!

Atividades recentes