A China quer liberar o uso de rinoceronte como MEDICAMENTO!

Rinoceronte negro Rinoceronte negro (© Fyre Mael/CCBY2.0)

A China anunciou, de surpresa, querer autorizar o comércio de chifre de rinoceronte em pó e ossos de tigre. O uso desses produtos na tradicional medicina chinesa deve, futuramente, voltar a ser permitido, embora eles não tenham efeito terapêutico algum. Rinocerontes e tigres estão gravemente ameaçados pela caça ilegal.

Apelo

Para: Governo da República Popular da China

A China precisa manter a proibição de se comercializar chifre de rinoceronte em pó e ossos de tigre, pois esses animais já estão ameaçados de extinção.

Abrir a petição

Em 1993, a China proibiu o comércio de chifres de rinocerontes e de partes do tigre. Os produtos foram tirados da farmacopéia da tradicional medicina chinesa, como reação à enorme caça ilegal desses animais e à falta de efeito terapêutico deles.

Agora, o governo chinês quer autorizar o comércio, de novo, “para fins de cura e de pesquisa”. No entanto, não existe qualquer indicação científica de que esses excertos de animais possam curar pessoas. Rinocerontes são constituídos por queratina, o mesmo material que compõe nossos cabelos e unhas.

Com isso, a demanda pelo comércio desses produtos vai, inexoravelmente, aumentar, ainda que a autorização, segundo o anúncio, só deva valer para animais presos em cativeiros. A experiência com o marfim mostra que o comércio legal de animais selvagens está estreitamente conectado à caça ilegal e dela é muito difícil de ser separado. Além disso, também o comércio de produtos “antigos” de tigres e de rinocerontes deverá ser liberado para o uso privado.

A liberação desse comércio dá um sinal fatal para a caça ilegal de espécies já ameaçadas de extinção. Caçadores abatem os animais ilegalmente porque existe uma demanda comercial por certas partes dos animais e o comércio deles é um negócio milionário. A legalização coloca a sobrevivência dessas espécies sob pressão.

Essa decisão, pois, é um duro golpe na proteção mundial das espécies. Ela pode vir a significar, definitivamente, a extinção dessas espécies.

Por favor, reivindique do governo chinês que mantenha a proibição do comércio.

Mais informações

O rinoceronte negro está classificado como “criticamente ameaçado de extinção”, o último grau antes da extinção. O rinoceronte negro africano ocidental, uma subespécie do rinoceronte negro, já é considerado extinto desde 2011.

Também o tigre e suas subespécies estão ameaçados de extinção. Existem, hoje, apenas uma quantidade entre 2150 e 3150 tigres vivendo no mundo, em estado de natureza, com tendência de diminuição.

Carta

Para: Governo da República Popular da China

Exmas Senhoras, Exmos. Senhores,

Com a mais absoluta perplexidade, ficamos sabendo que o governo chinês pretende voltar a liberar o comércio de chifre de rinoceronte em pó e ossos de tigre para “fins medicinais e científicos”.

Não existe qualquer comprovação científica de quaisquer efeitos terapêutico desse produto animal.

A decisão dá um sinal fatal para a caça ilegal, sendo um enorme golpe para a proteção das espécies, em escala mundial. Ela poderá acarretar, definitivamente, a extinção da espécie. Na prática, dificilmente se consegue separar produtos legais dos ilegais, como bem mostrou a experiência do comércio de dentes de marfim.

Por favor, mantenha essa proibição de comércio.

Saudações cordiais

Esta petição está disponível, ainda, nas seguintes línguas:

Por favor assine

Ajude-nos a atingir 200.000:

181.415
Atividades recentes