NÃO às árvores geneticamente modificadas!

Plantação de árvores na África do Sul Plantações de árvores são desertos verdes sem valor ecológico (© Rettet den Regenwald/Mathias Rittgerott)

Cidadãos em todo o mundo recusam plantas geneticamente modificadas. Atualmente o processo de autorização para eucaliptos resistentes à geada da empresa ArborGen está em curso. Com este tipo de eucalipto, as monoculturas poderiam estender-se a regiões mais frias. Nós exigimos: não aprovem o cultivo de árvores geneticamente modificadas.

Carta

Para: Presidente dos EUA Donald J. Trump, Ministro da Agricultura dos EUA Sonny Perdue, entidade reguladora USDA APHIS

Eucaliptos geneticamente modificados apresentam grandes riscos para o ambiente, o clima e a população. Não devem ser aprovados nem nos EUA nem em outro lugar.

Abrir a petição

Quando as florestas no Chile estavam em chamas em Janeiro, muitos fogos provieram de plantações secas. 280 mil hectares de terra foram devastados, 1500 casas destruídas. Os indígenas Mapuche e as florestas em que vivem têm sofrido com plantações de eucalipto e pinheiros há décadas. O destino deles é um aviso:

- Plantações de eucalipto consomem muita água, contribuem a secas e incêndios florestais e põem em perigo o abastecimento de água. Também precisam de grandes quantidades de agrotóxicos.

- Eucaliptos são plantas invasivas e prejudicam os complexos ecossistemas florestais permanentemente.

- Monoculturas não brindam nenhum espaço vital a animais selvagens.

- Plantações destroem a base de vida e o espaço vital da população local. Muitas vezes, moradores são expulsos.

Até agora existiam limitações climáticas para plantações de eucalipto, já que as plantas não são resistentes à geada. Por meio de engenharia genética, estes limites devem ser deslocados para regiões que eram demasiado frias para as árvores.

Se os eucaliptos resistentes à geada da ArborGen forem autorizados, isto ameaça não só as florestas nos EUA, mas em todo o mundo”, avisa Anne Petermann da organização Global Justice Ecology Project.

Além da produção de celulose, a razão para a popularidade do eucalipto é o mito de que plantações de árvores sejam uma arma eficaz na luta contra o aquecimento global. A ArborGen louva a Europa como mercado de vendas para eucalipto. O incentivo para isso é a política climática falhada da União Europeia, que também baseia-se na biomassa de madeira.

O Ministério da Agricultura dos EUA recolhe pareceres sobre o pedido da ArborGen até o dia 5 de Julho. “Com 500 mil assinaturas queremos impedir a autorização”, diz Anne Petermann.

Por favor, apóiem a luta contra árvores geneticamente modificadas.

Mais informações

No caso de árvores geneticamente modificadas, cientistas introduzem genes de uma espécie numa outra para que:

  • as plantas sejam resistentes à geada.

  • a estrutura da madeira seja mais apropriada para a produção de papel, celulose ou agrocombustível.

  • as plantas sejam resistentes a parasitas e doenças.

A modificação genética de árvores é uma disciplina relativamente nova. Consequentemente, ninguém pode prever o impacto a longo prazo das manipulações.

Mais informações:

https://stopgetrees.org/ge-trees/

https://act.credoaction.com/sign/no_GEo_trees?t=2&akid=22957.12945209.aJmdfK

O formulário do Ministério da Agricultura dos EUA para pareceres:

https://www.regulations.gov/docketBrowser?rpp=25&so=DESC&sb=postedDate&po=0&D=APHIS-2012-0030

Global Justice Ecology Project:

http://globaljusticeecology.org/

http://globaljusticeecology.org/pressroom/ge-trees-in-2016-press-package/

http://globaljusticeecology.org/will-donald-trump-impact-future-of-genetically-engineered-trees/

Observatorio Latinoamericano de Conflictos Ambientales – OLCA

http://www.olca.cl/oca/index.htm

http://olca.cl/articulo/nota.php?id=106752

http://blog.cifor.org/34622/growth-in-chiles-plantations-may-have-spelled-growth-in-poverty?fnl=en

Sobre a empresa ArborGen:

https://www.aphis.usda.gov/aphis/ourfocus/biotechnology/permits-notifications-petitions/petitions/petition-status

https://www.aphis.usda.gov/brs/aphisdocs/11_01901p_peis.pdf

https://www.google.ch/patents/US20120266339

https://ag.tennessee.edu/woodycrops/Documents/ConferenceReports/9thBiennial/5JeffWright.pdf

Informações gerais:

https://stopgetrees.org/analysis-how-europes-climate-policies-led-to-more-u-s-trees-being-cut-down/

Petição

Para: Presidente dos EUA Donald J. Trump, Ministro da Agricultura dos EUA Sonny Perdue, entidade reguladora USDA APHIS

Excelentíssimo Senhor Presidente Donald Trump,
excelentíssimo Senhor Ministro Sonny Perdue,
prezados senhores e senhoras do Animal Plant Health Inspection Service (USDA APHIS),

a empresa ArborGen de South Carolina solicitou a autorização de eucaliptos geneticamente modificados, resistentes à geada. Se o Ministério da Agricultura conceder a autorização à ArborGen, isto seria um precedente e abriria as portas para o estabelecimento de monoculturas de eucalipto em regiões demasiado frias para eucaliptos não-modificados. Esta evolução ameaça as regiões de floresta, porque monoculturas de árvores são uma catástrofe ecológica e social.
Nós, cidadãos do mundo, são preocupados e querem chamar a vossa atenção para as desastrosas consequências ecológicas e sociais de monoculturas de eucalipto que já podem ser observadas em países como a África do Sul e o Chile:

Florestas são ecossistemas altamente complexos. Eucaliptos são plantas invasivas e podem causar danos irreparáveis a estes ecossistemas. Além disso, é quase impossível prever os impactos de eucaliptos geneticamente modificados.
A tendência de substituir florestas com grande biodiversidade por vastas monoculturas de eucaliptos não nativos, que não brindam espaços vitais para animais selvagens, ameaça especialmente espécies raras e à beira da extinção.
Plantações de eucalipto prejudicam o solo e ameaçam o abastecimento de água, já que as monoculturas precisam de grandes quantidades de agrotóxicos e consomem muita água, contribuindo assim a secas graves.
Plantações de eucalipto são altamente inflamáveis, especialmente durante as épocas de seca.
O desmatamento acelerado pelo estabelecimento de plantações emite grandes quantidades de gases com efeito de estufa. Além disso, as plantações armazenam menos carbono do que florestas naturais.

A aprovação do tipo de eucalipto da ArborGen abriria a porta à mais espécies de árvores geneticamente modificadas como choupos e pinheiros, com consequências globais.

Por favor, tomem em consideração os comentários e as preocupações de cidadãos de todo o mundo. Os EUA não devem autorizar nem o eucalipto geneticamente modificado da ArborGen (FTE 427 e FTE 435) nem outras "genetically engineered trees (GE-trees)".

Com os meus sinceros agradecimentos,

Por favor assine

Ajude-nos a atingir 150.000:

125.417
Atividades recentes