Árvores sangrentas – detenham os lenhadores!

Troncos de jacarandá abatidos ilegalmente em Madagascar Na África, pau-rosa e ébano são extraídos de forma ilegal (© CC BY-SA 3.0)

Vermelhos como se estivessem sangrando, os troncos mortos dos jacarandás jazem na estrada. “Se não agirmos rapidamente, as florestas estarão perdidas”, avisa a ecologista Hazel Chapman. Até o Parque Nacional Gashaka Gumti está em perigo. Por favor, peçam à Ministra do Meio Ambiente da Nigéria, Amina J. Mohammed, que proíba a exportação.

Carta

Para: Amina J. Mohammed, Ministra do Meio Ambiente da Nigéria

No Estado de Tabara, lenhadores abatem jacarandás a um ritmo acelerado e vendem os troncos na China. Ponham fim à exportação sem demora!

Abrir a petição

A um ritmo acelerado, lenhadores abatem jacarandás no Estado nigeriano de Taraba para vender os troncos na China. Desde há um ano, eles têm invadido as florestas. Árvores que são derrubadas nas colinas, simplesmente resvalam montanha abaixo. “Tudo o que cresce ali é esmagado”, informa Hazel Chapman. “Desertos escalvados ficam para trás.” As empresas não se preocupam com o fato de o “pau-rosa africano” (Pterocarpus Erinaceus) estiver protegido e o abate das árvores proibido.

Os jacarandás jogam um papel central no ecossistema das savanas à margem da região do Sahel. As florestas oferecem um espaço vital para chimpanzés e macacos-de-nariz-branco. Biólogos observam um grande número de borboletas e aves. A população extrai das florestas forragem, medicina e cores para tingir tecidos. Mas ao mesmo tempo cuidam da natureza.

Em contrapartida, lenhadores recolhem rapidamente tudo o que podem achar. A situação faz lembrar uma febre do ouro. O destino dos troncos é o Extremo Oriente. O volume do pau-rosa e ébano importados pela China da África Ocidental aumentou em 700 por cento entre 2010 e 2014! Somente no primeiro semestre de 2016, comerciantes de madeira ganharam 216 milhões de dólares americanos com isso.

Mesmo se o Estado nigeriano Taraba está combatendo a destruição do meio ambiente, parece ser demasiado fraco para pôr fim a ela. Taraba não representa um caso individual: em toda a Nigéria, lenhadores deixam um rasto de destruição. Na chapada State, uma empresa parece ter obtido uma autorização para cortar madeira numa área protegida.

Por favor, exijam da Ministra do Meio Ambiente da Nigéria, Amina J. Mohammed, que proíba a exportação do pau-rosa.

Mais informações

Na margem da reserva florestal Ngel Nyaki, a ecologista Hazel Chapman coordina o “Nigerian Montane Forest Project”, que ela apresenta de forma detalhada neste vídeo. Neste artigo, ela fala sobre a ameaça e a singularidade das florestas montanhosas da Nigéria.

Guiné, Gana, Gâmbia e Senegal – a natureza na África Ocidental está sofrendo com a alta demanda de pau-rosa e ébano em muitos lugares. Se a exportação para o ultramar é dificultada, a madeira é transportada em caminhão ao país vizinho e embarcada desde lá.

Mais fontes:

http://www.ucl.ac.uk/gashaka/origins/

http://naija247news.com/2016/08/chinese-demand-rosewood-spurs-illicit-trade-nigeria-west-africas-savannas/

http://leadership.ng/features/512461/plateau-community-cries-chinese-firm-log-pandam-game-reserve

http://leadership.ng/news/523629/deforestation-reps-investigate-incessant-felling-trees

https://www.interpol.int/News-and-media/News/2015/N2015-206

http://www.ithacaweb.org/static/media/uploads/maps/sahel/Sahel_NDVI1Oct11_deviation_average.jpg

Petição

Para: Amina J. Mohammed, Ministra do Meio Ambiente da Nigéria

Excelentíssima Senhora Ministra Amina J. Mohammed,

No Estado nigeriano Taraba, lenhadores cortam jacarandás a um ritmo acelerado para vendê-lo na China. Em outros Estados, também destroem florestas preciosas.

Os jacarandás jogam um papel central no ecossistema das savanas. Por isso, a espécie está protegida. É proibido abater árvores. Mas aparentemente, os lenhadores não se precocupam com as regras e proibições.

Ambientalistas no local advertem: até o Parque Nacional Gashaka Gumti está em perigo. Se não determos os lenhadores imediatamente, a floresta estará perdida.

Por favor, proíbam a exportação do “pau-rosa” da Nigéria e apliquem as proibições existentes. Por favor, também incentivem o estabelecimento de proibições por parte dos países vizinhos da Nigéria.

Com os meus sinceros agradecimentos

Por favor assine

Ajude-nos a atingir 150.000:

137.617
Atividades recentes