À Nespresso & Co: café não precisa de cápsulas de alumínio!

Uma pessoa indígena cobre o rosto com as mãos, ao redor dela cápsulas de café A Nespresso e outras empresas de café inundam a natureza com lixo (© Nespacce/CC0 public domain/Montage M. Hadzic RdR)

Cada vez mais consumidores de café gostam das cápsulas. A Nespresso & Co fazem grandes lucros – e causam grandes danos ao ambiente. O consumo produz muito lixo, sobretudo alumínio. Para extrair bauxita em minas abertas, vastas áreas florestais são destruídas. Por favor, exijam um fim deste destrutivo desperdício de matéria prima.

Carta

Para: A direção da Nestlé, Nespresso e outros produtores de café

Desperdiça-se alumínio para cápsulas de café. Cessem a produção das cápsulas!

Abrir a petição

Cápsulas de café são um negócio que movimenta milhões. As lojas da Nespresso, o líder de mercado, encontram-se nas melhores zonas dos centros urbanos. O rosto da campanha publicitária, George Clooney, é muito bem pago. Segundo a Federação Alemã de Café, muitos consumidores associam as cápsulas com um estilo de vida luxuoso.

Além da Nespresso, aproximadamente 20 empresas oferecem café moído em cápsulas individuais. O alegado luxo até chegou nas lojas de desconto. Até café orgânico é oferecido (e comprado!) nas pequenas cápsulas.

Mas obviamente os consumidores gulosos, que gostam de café em cápsulas, não têm em conta o impacto ambiental. O comportamento deles causa um verdadeiro mar de lixo. Mesmo se produtores como a Nespresso indicam que as cápsulas de alumínio são recicladas, as promessas são vãs: as empresas transferem a responsabilidade para os seus clientes, que muitas vezes não eliminam os resíduos de forma adequada.

Além disso, o amor pelas cápsulas também destrói a natureza nas regiões onde o alumínio é produzido. A matéria prima para alumínio, bauxita, é extraída em minas abertas. Para isso, vastas áreas de floresta tropical, por exemplo no Brasil, são desmatadas. A fundição da bauxita é extremamente poluente e gasta muita energia. Na Amazônia brasileira, constroem-se enormes usinas hidrelétricas para a produção de alumínio. Rios são desviados e represados, áreas de floresta tropical são desmatadas e afogadas em reservatórios. Povos indígenas são expulsos das suas próprias terras.

Por favor, exijam dos produtores de café que ponham fim a este desperdício de alumínio.

Mais informações

Para os produtores, as cápsulas são um negócio muito lucrativo: o preço de venda das pequenas porções de café é muito mais alto (até três vezes mais caro!) do que os grãos ou o café moído num pacote de 500 gramas.

A relação entre embalagem e conteúdo é catastrófica. Cada 6 a 7 gramas de café exigem uma embalagem de 3 gramas.

Qual café é o melhor para o meio ambiente?

Café em cápsulas é sem dúvida um crime ambiental. Existem métodos com menos impacto ambiental para fazer café. Isto depende dos hábitos de consumo:

  • A cafeteira de pistão (French Press) oferece a forma de consumo mais eficiente. Pelo menos quando não se ferve mais água que a quantidade de café consumido.

  • A máquina de expresso italiana ocupa o segundo lugar.

  • A máquina de café completa é ideal para escritórios com muitas pessoas, mas deveria ser desligada quando não usada.

Petição

Para: A direção da Nestlé, Nespresso e outros produtores de café

Prezados membros da direção,

grandes quantidades de alumínio são necessárias para a produção das cápsulas de café. A extração de bauxita e a produção de alumínio fazem-se à custa da floresta tropical.

A matéria prima bauxita é extraída em minas abertas. Para isso, a floresta tropical – entre outras a floresta amazônica no Brasil – é desmatada. A fundição da bauxita é extremamente poluente e gasta muita energia: para uma tonelada de alumínio consomem-se 14 mil quilowatts de eletricidade.

Na Amazônia brasileira, constroem-se enormes usinas hidrelétricas para a produção de alumínio. Rios são desviados e represados, áreas de floresta tropical são desmatadas e afogadas em reservatórios. Povos indígenas são expulsos das suas próprias terras.

A maioria das cápsulas de alumínio são simplesmente deitadas fora. Na minha opinião, a alegação de que uma grande parte é reciclada é um truque publicitário. A transferência da responsabilidade pela reciclagem para os clientes é contrária a uma estratégica empresarial ética.

Embalagens desnecessárias e prejudiciais ao ambiente têm que ser evitadas. Não é preciso usar alumínio para beber um bom café.

Eu peço-lhes que retirem as cápsulas de café do vosso catálogo.

Com os meus sinceros agradecimentos

Por favor assine

Ajude-nos a atingir 300.000:

252.913
Atividades recentes